Afro tribais | Jazzy

Afro tribais
download de programação

Ensinam sobre a tradição e cultura dos povos africanos em plena festa de ritmos, transmissão da cultura dos antepassados e o retrato do dia-a-dia nas aldeias africanas como força de expressão dos rituais, presença em todas as cerimónias. A dança tribal considerada como arte pré-histórica das mais antigas do mundo dá uma mais valia e um contributo muito importante para as sociedades existentes, porque muitas dessas danças tribais serviram para ajudar a escrever a história africana. Eram feitas ao som do "Batuque" como primeiro instrumento servindo como "comunicador". Dançadas, em roda, em linha, espaço cheio, em diagonais,  resultavam em coreografias de difícil execução.
Sempre que houvesse um motivo, para festejar eram feitas danças consoantes os acontecimentos, como por exemplo: a partida e o regresso da caça; as batalhas entre as tribos; a sucessão de um rei ao trono; a morte ou o enterro de uma figura mais importante na tribo; a circuncisão; a conhecida dança da chuva era feita sempre que houvesse seca.  

Sabe-se que desde a invasão dos colonizadores, a partir do século XIV e XV em África, a forma, conteudo e os nomes sofreram alterações, devido à permanência  de outras culturas. Houve uma fusão entre os nossos ritmos tradicionais com a forma de dançar a par importada da sociedade europeia, em que este tipo de dança era praticada nas cortes, nos salões nobres e da burguesia como por exemplo na contradança, valsa, mazurca, polca…, levadas não só pelos senhores como pelos seus criados e até por alguns escravos.

Professor:

 
@